sexta-feira, 20 de junho de 2008

confissões de uma estrela.




Disse a estrela ao homem, por quem ela se apaixonou


após cair na terra...


_Lembra quando eu disse que entendia


um pouco de amor?


não era verdade...


Eu entendo muito de amor.


Eu já vi, e vejo a centenas e centenas de anos...


É a única coisa que faz suportável observar


o seu mundo.


Todas essas guerras, dor, mentiras,


ódio,me fazem querer


dar as costas e nunca mais olhar.


porém, observar o jeito que a humanidade


consegue amar,


pode procurar em qualquer canto do universo,


nunca vai encontrar nada mais bonito!


Por isso....


Sim eu sei bem que o amor é incondicional,


mas tbm sei que pode ser imprevisível, inesperado, incontrolável,


incontido, e estranhamente pode ser confundido com aversão.


O que estou tentando dizer, é que acho que amo você!


Meu coração é como, se meu peito mal pudesse conte-lo.


Como se ele não pertencesse mais a mim mas a você.


E se vc quisesse eu não iria te pedir nada em troca,


nem presentes, nen bens, nem demonstrações de devoção


nada...


Nada além de saber que me ama também...


Só seu coração em troca do meu....




2 comentários:

Gisele disse...

Oi que lindo seu blog,vc viu o meu,deixa lá comentários tá bom,beijos

instantes e momentos disse...

foi muito bom voltar aqui, é sempre muito bom te ler.
Maurizio