terça-feira, 29 de julho de 2008

Esta noite.








Se vai me comer

então use os melhores talheres,

arrume a mesa, como a um banquete

sirva o melhor vinho,

e deguste-me com prazer.

E de sobremesa, se lambuze

com o doce mel

de meus lábios.



12 comentários:

Dois Rios disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dois Rios disse...

Tudo de bom!

Banquete pra ninguém botar defeito!

vinho (taças cheias),

prazer (desmedido),

sobremesa (para saborear sem talheres),

e o resto ficará por conta da noite que ainda nem começou.

Beijo,

Capreta disse...

Queeeeeeeeeee essoooo! xD

Beijo :*

http://capreta.blogspot.com

Santhiago Ramirez disse...

Convidativo, banquete com "savoir faire" incontestável.
Beijos, beijos

Maria Quitéria disse...

� menina bonita, at� que enfim consegui poder retribuir teu carinho. Voc� tinha entrado sem link e eu n�o tinha como ach�-la. Agora achei! rs. Adorei teu blog. Sensual, cheio de coisas gostosas. Vou te linkar l� no VP tb, t� Beijoca

Cássio Amaral disse...

iguaria inigualável.

muito bom poema amiga!

beijo.

Flor disse...

Nanda te respondendo a pergunta do meu blog?
Bom na minha opinião o coração só pertence a um unico e verdadeiro amor, isso quando se ama mesmo, agora quando se existe mesmo mais de um então não é amor e sim medo da sozinha,essa é minha opinião, desculpe.

Te adoro muito cunhada,beijos

instantes e momentos disse...

Nanda, esse post me deixou sem fala,e com mais fome. Muito mais fome.
Esse é o melhor menu que existe, o que tem um item só.
Parabens mil vezes.Quem me dera poder repetir.
Tenha uma bela tarde
Maurizio

Infinito Particular disse...

Que bom que estas de volta e já provocante!!! Senti tua falta guria... Seja bem-vinda a web e que seja muito, mas muito feliz, sempre, na nova morada. Bjocas

Jardineiro de Plantão disse...

Canibais...! Lambuzões...! Não sabem que a gula é pecado...!

Nanda sinceramente gostei do post.
Abraço

paula barros disse...

Tem que ter categoria para se comer bem.
Tem que saber usar os talheres.
Saborear cada pedacinho.
Sentir o aroma.
A temperatura na medida certa.
E então degustar
Se gostou .....repetir
Bom apetite.

janelasdavida disse...

Nanda, adoro essa sensualidade declarada em teus poemas! Esse é ótimo, excitante!!! Parabéns!