segunda-feira, 21 de julho de 2008

Liberdade ainda que tardia.

Tres vidas perdidas em uma só.
Tres lados de uma relação.
Um triangulo de amor.
De um lado a razão.
De outro a emação.
Na base, indecisão.
Meio tempo a um...
Outra metade ao outro.
E qnto a quem espera?
Difícil é domar o ciúme.
Difícil controlar o jogo.
Difícil tramar, e manter.
Para dois é sofrimento.
Para um é perfeição.
Uma junção do bom
com o especial.
Completa união de qualidades.
Mais certo seria dizer:
Um é absolutamente pouco.
Dois é sem dúvidas bom.
E tres é simplesmente demais!!


----------s2-------------

15 comentários:

Anja Rakas disse...

Aaahh a eterna pergunta..3 é demais?
Hehehe...olha até hoje para mim tem sido demais...
Quem sabe...o que eu me reservo a mim mesma no futuro...
Ta sensual este post...e muito querido.

Bjs angelicais

instantes e momentos disse...

voce disse o que a maioria deseja dizer, o que a maioria deseja viver.
Parabens pelo post, e acredite sempre cabe mais um....
Maurizio

Bill Stein Husenbar disse...

Doce liberdade.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Cássio Amaral disse...

Nanda,
Poema legal e retrata uma coisa, o equilíbrio. Três é demais!
Sua escrita vai crescendo paulatinamento. Seus poemas ganham forma e força.
Amiga, é isso. Vamos em frente. Muito bom.
Sobre o poemas da Sandra Camurça são legais, depois dá uma olhada no blog dela. Ela linka erotismo e sentimento muito bem. Além de ser uam artista plástica muito boa e designer.

Muita luz, saúde, prosperidade e paz.

Abração.

Diz disse...

Difícil esta escolha, muito.
Obrigada pela visita,
bj Laura

Dois Rios disse...

Creio que quando existem três seja por falta de completude em dois. Quando há brechas o "outro" entra e se faz em mais um.
Beijo,

paula barros disse...

Querida virtualmente já vivi isso, para mim bom, para alguém, sofrido, dolorido. Depois o sofrimento do outro me fez sofrer.
Concordo com o que Maurizio disse.
O ruim é quando a situação se inverte e nós não aceitamos.
abraços, vou reler, reler

Jardineiro de Plantão disse...

Gostei como explora o tema, como coloca o sentimento... mas dois é bom...mesmo.
Abraço

Fernando Rodrigues disse...

Um tema polemico e de dificil resposta 3 sera demais?
gostei do blog parabéns

Fernando

Rose disse...

Nanda, quando vc foi ao pimenta cor de rosa eu estava sem máquina.Agora estou de volta.Vá me fazer uma visitinha e saia de lá ardida, viu?
Bom saber que é de Minas tbm, ainda mais Araxá.
Um beijão com sabor de pão de queijo.

mauricio disse...

oi meu amor vc esta cada ves nais ousada,...gostei da pergunta do jardineiro, se for bom mesmo...não sei não...não sei não...não sei não...cheira confusão....

Cor de Rosa e Carvão disse...

eu ando assim: cheia de confusões. mas na verdade, queria fazer parte apenas de uma dupla. bjo querida. tá lindo o post (alguém disse que teu texto tá crescendo. é verdade. vou roubar este, ainda mais que ladrão que rouba de ladrão tem 100 anos de perdão, he he he)

Flor disse...

Cunhada depois olha meus cometários na imagem que tem rodrigo e mateus, veja que cmétáio mais fofo!
rsrsrsrsrs, lindo seu blog, vc tem muita criatividade,depois vc me passa alguma coisa por e-mail para mim por lá tá bom te adoro, vc se vem para cá no fim do ano pelo menos ok? Beijos

Gerlane disse...

Nanda!...

Fiquei perplexa! Ousado e incrível post!
Parabéns, garota!

Beijos pra ti!

janelasdavida disse...

Poema muito forte, intrigante... Quem não viveu ou não conhece alguém que já viveu uma situação dessas! ótimo poema, querida amiguinha Nanda! Bjs