domingo, 2 de novembro de 2008

Acaso.



O acaso compõe 
o melhor da sinfonia,
pinta o melhor do quadro,
constrói o mais difícil 
dos monumentos,
inventa o instante da paixão
e escolhe papel e barbante
do pacote.
_____________


16 comentários:

Atre disse...

verdade é que algumas das nossas MAIORES e muitas vezes MELHORES lembranças são as proporcionadas pelo ACASO de um encontro...de uma oportunidade...

Pena que nem sempre a gente saiba aproveitar esse ACASO....

Pelos caminhos da vida. disse...

Bem pensado amiga!

Que sua semana amiga seja de gdes realizações.

beijooo

Dri Viaro disse...

concordo e adorei a imagem
bjs

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

É Nanda, mas o acaso me pregou uma.
Tive uma grande decepção amorosa este fim de semana e quanto mais velha se é, maior a decepção e a sua superação. Não sabia o que fazer, então fiz um post novo sobre um filme que adoro. Há poemas, imagens, o de sempre. Espero por você, hoje eu te peço, Nanda, vá me dar uma força no meu Blog.
Um abraço,
Renata

Avid disse...

hehehe...ja postei algo parecido la no meu cantinho. Bem dito!
Bjs meus

mundo azul disse...

Será que é mesmo o acaso?
Tenho minhas dúvidas...


Belo poema!

Beijos de luz e uma semana feliz!!!

Max Psycho disse...

o acaso nos transforma no que realmente somos e não no que queremos ser, bjus gata

Carla Silva e Cunha disse...

ola

É sempre com prazer que por aqui passo e lhe garanto que voltarei.

bem haja

carla

http://www.arte-e-ponto.blogspot.com

tossan disse...

O acaso sempre nos faz uma surpresa! Gostei muito, muito. Bj

HSLO disse...

Acaso...existem viu.

Gostei do texto.

Abraços

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia!

Hoje tenho um selinho especial para vc, passe lá pegar.

beijooo

Maycon Ramos disse...

Mto bom post e boa imagem!
Bjos!

o que me vier à real gana disse...

Olá,boa tarde!

O acaso!?... Tb se lhe pode chamar assim, de acrodo! Eu, porém, chamo-lhe "choque em cadeia"... das peças do Dominó.

João da Silva disse...

Nandinha, querida, você é de uma acuidade intelectual muito grande. Adorei a máxima deste post.
Fantástica, linda, fantástica.
Saudades, beijos, rosas, tudo para você.
João

Jardineiro de Plantão disse...

Por Acaso...Por culpa do Acaso... sucedendo por Acaso.

Muitas das maiores alegrias que tive, sempre foram fruto do Acaso.

Abraços

paula barros disse...

E as vezes ficamos amarrada ao acaso por um bom tempo....

bjs