domingo, 25 de janeiro de 2009

Café à Baudelaire


Lápide tatuada na alma
a lowcura é santa
o sonho é café entorpecido

dois e dois são cinco
no meio do céu um eclipse
torturando o léxico incontrastável.

LOUCO LOCUS LOGO
ZEN ZERADO ZEBRADO
PÓLEN POEMA FALADO

raio de sol
na página traçada
filtro de luz na madrugada.


Endoidar as metáforas
para comê-las
com hipérboles
safadas e ávidas de metalinguagem.

Galinha réptil
minhoca tem pena
imprecação da gargalhada do saci

Urro desatento de michel foucault
na lua negra
ponto G no êxtase das estrelas

cabala clara mandala faísca risco
noite mãe da inquietação
rasgo imprevisto no fundo visto.

Todo dia me suicido
lembrando que nunca envelheço
meu preço é ser inocente

Aturdido no meio do caos
risco um fósforo no asfalto
e encontro um poema anômalo.
 
(Cássio Amaral)
---------------------------------------------------------------------

Este poema é do livro  SONNEN do meu
querido Cássio do blog (http://cassioamaral.blogspot.com/).



          (foto de Cássio Amaral)

20 comentários:

Max Psycho disse...

sou meio (alias muito) burrinho pra entender o poema, bjus gata

paula barros disse...

"Endoidar as metáforas
para comê-las
com hipérboles
safadas e ávidas de metalinguagem"

As vezes endoido as metáforas, mas quem lê fica endoidado também. rsrsr

Bela foto. abraços

Enfil disse...

É...hoje em dia, qualquer um pode se achar poeta.

Maldita inclusão digital!!!!

Beijos, Nanda.

SuNshyne disse...

Oieeeeeee!
Ah, eu de vez em quando faço academia la na elaine!
O Juliano que da aula namora com minha prima!
Axé lá e só a noite e eu to estudando a noite!

conversaatrevida disse...

Menina eu confesso que a minhoca e cia me deixou meio perdida em alguma partes....

Enfim, como a Paula Barros citou:
"As vezes endoido as metáforas, mas quem lê fica endoidado também..."

bjo

Atrê

Alisson da Hora disse...

"meu preço é ser inocente..."

muito bom, isso...

beijo

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Chega o vento assobiando
fazendo riscos imaginários
como ondas no céu soprando sobre folhas ,
flores, vidas chega a brisa manhã
canta suaves carinhos
envolve numa doce,
fresca brincadeira
lembranças num rastro
manso luz vento , brisa,
vida tocam rios janelas
todas as casas calçadas
soprando sorrisos
lembrando todos os caminhos
colorindo como se fosse carrossel
verdadeiros roda moinhos
deixando correr a vida
como fosse melodia...
(Maria Thereza Neves)

Tenha uma linda semana
Abraços

Marcos Valerio disse...

Boa semana colega!
Sem comentários.

Melsavinon disse...

Olá!PAsso desejando uma boa semana!
Muitos beijos e até sempre!

loira mexicana disse...

Gostei desse post!Bem legal!

Tentativas Poemáticas disse...

Olá Nanda
Andei afastado por motivos de saúde mas já está tudo bem. Agora ando nas visitinhas aos blogues das pessoas que mais estimo.
Desejo que esteja tudo bem consigo.
Beijinhos.
António

VERTIGO disse...

Belo poema!!Interessante e louco!!

Beijos!!

Há fantasias no Vertigo.

A.Tapadinhas disse...

Pronto! Já plantei um girassol, mas menina, ele também vai alegrar o meu dia!
:-x
António

Maria Quitéria disse...

Bárbaro esse café! Parabéns a ambos: a ele pelo escrito e a você por nos mostrar.
Querida, obrigada por ter estado comigo o ano passado. Embora atrasada, desejo um novo ano de realizações, grandes letras e que possamos interagir, novamente, em carinho e inspirações. Beijo

Moura ao Luar disse...

Querida que doideira hehe beijo

SuNshyne disse...

Oi Nanda !
Tudo bem?
Blog é muito bom , hj em dia em vez de abrir o meu orkut a primeira coisa que penso é abrir o blog e ver se tem comentario, além disso passo o dia inteiro pensando o que vou postar no dia ...
Agora to entendendo a historia dos selos, isso parece ser legal , né!

neo-orkuteiro disse...

Positivamente, Nanda, vejo bastante bom gosto nesse poema.

Sugere até requintes de flores do mal num café, o que lhe cai é muito bem.

Gostei e gostei, ponto.

Philip Rangel disse...

Muito lindo mesmo as metaforas...a imagem completou.....o texto....

bjos nanda

Max Psycho disse...

te adoro demais pioeinta

SuNshyne disse...

Brigada!
Ainda to arrumando umas coisinhas!
Ficou melhor?