sábado, 20 de agosto de 2011

Prisão


Eu não quero ser só um retrato antigo na sua estante.
Aquele retrato que diz muito e não lembra nada...
Do tipo que se não estivesse ali, ninguém se lembraria
do que aconteceu, de tanto tempo que faz.
Eu qro ser real, ser sentida, ser ouvida,
sr vivida... Nada de ser só uma lembrança vaga,
uma recordação.
Me tira logo dessa moldura,
quebra esse vidro, dá vida a essa imagem.
Dizem que retratos aprisionam nossas almas...
Volta, e traz minha alma com você.

(Nanda Assis)


6 comentários:

Deh... disse...

Seu espaço é lindo.....
Parabens
Bjsss carinhosos

Pelos caminhos da vida. disse...

Como sempre lindo amiga.

beijooo.

Ingrid disse...

vida sempre..
amei nanda!
beijos perfumados para uma linda semana..

Paula Barros disse...

Lindo e intenso, e tem sido assim seu escritos.

beijo

Flavio Ferrari disse...

Gostei, garota ... tá bem na foto.

Anônimo disse...

maravilhosso adorei meu amor te amo ,,,