segunda-feira, 15 de julho de 2013

No chão


Amar é como tomar um chute nos testículos.
Vc sofre, dói, cai e não tem forças pra
se levantar e revidar.
Depois fica pensando, como permitiu que
aquilo acontecesse, se era tão fácil evitar.
A dor passa, mas o medo
de sentir a mesma dor permanece.
Amar é ser pego de surpresa!

 (Nanda Assis)

7 comentários:

Severa Cabral(escritora) disse...

Retribuindo a visita e agradecendo o comentário deixado...aqui tudo lindo !!!

Pérola disse...

Há sempre maneiras inventadas de definir o amor.

beijo

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Pues si...Es, sin duda, una comparación similar y que hace ¡¡¡Mucho Daño!!!
Abraços e beijos.

Sinval Santos da Silveira disse...

Boa noite!

Mereces não só girasóis...mas todas as flores do mumdo.
teu trabalho é maravilhoso.
Abraços
sinval

Zilani Célia disse...

OI NANDA!
SÓ QUANDO ESTE AMOR NÃO É CORRESPONDIDO, CASO CONTRÁRIO É TUDO DE BOM.
FORTE TEU TEXTO...
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Zilani Célia disse...

OI NANDA!
EU JÁ HAVIA VINDO AQUI, LIDO TEU TEXTO E COLOCADO UM COMENTÁRIO,NÃO SEI SE AINDA NÃO ATUALIZASTE OU FOI OUTRO PROBLEMA, MAS, QUALQUER QUE TENHA SIDO O MOTIVO, QUERO QUE SAIBAS QUE ESTIVE AQUI E AGRADEÇO TUA IDA LÁ NO "SÓ PRA DIZER".
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Parapeito disse...

Não se pode...ter medo de amar..
brisas doces**