BLOGGER TEMPLATES AND YouTube Layouts »

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Salva vidas




 Estou me apaixonando por essa liberdade.
Aprendendo a amar o meu silêncio e a minha paz.
Descobrindo que eu posso ser uma boa companhia
para mim mesma.
A sua ausência tem me ensinado a nadar.
Pq o amor é um rio de fortes correntezas,
profundo, imenso.
Onde facilmente nos afogamos, somos levados,
ou morremos na margem.
Muitos só admiram os que tem coragem de mergulhar,
ficam ao redor, tomando coragem pra pular.
Esses acabam desistindo, pelos fracassos dos outros.
Mas eu mergulhei, sem saber nadar,
e me vi engolindo muita água, e na luta
pra sobreviver, me afastei muito, me perdi muito,
mas sobrevivi, me salvei a tempo.
Agora, sozinha, estou aprendendo a nadar,
devagar, no raso, pq amar tem ser assim,
no raso, até onde os nossos pés alcancem o chão.
Se passar disso é burrice, é suicídio.
Eu estou bem, sozinha, apesar da saudade.
A saudade passa qndo eu lembro, como foi
ruim me afogar.

  (Nanda Assis)

1 girassóis floreceram.:

Anônimo disse...

tudo bem, concordo. Mas a palpitação e o coração acelerado , mostrando a que veio, vc tb não vai sentir mais. E daí pergunto...´tEM CERTEZA QUE É ISSO MESMO QUE QUER::::;;;;>>>>>