BLOGGER TEMPLATES AND YouTube Layouts »

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Casca de ferida




  As vezes a gente se machuca,
sangra muito, dói tbm.
Nos perguntamos, por que deixamos acontecer,
sim, todos temos os cinco minutos de bobeira por dia.
Um piscar de olhos, e já nos ferimos.
Mas não da pra vigiar tudo o tempo todo...
Nem dá pra evitar certos acidentes.
Mas a verdade é que aos poucos,
o machucado vai se curando,
o sangue seca, forma uma casquinha,
a gente arranca, e sai um pouco menos de sangue.
Seca novamente, e arrancamos novamente a casquinha,
e fazemos isso, até que, pare de sangrar.
Aí desistimos de arrancar a casquinha,
e quando menos esperamos,
 a pele está novamente regenerada.
Temos esse poder de regeneração.
Alguns machucados deixam cicatrizes,
como se fossemos obrigados a lembrar daquilo
a vida toda, qndo é tão bom esquecer.
O meu machucado ainda dói, ainda sangra,
e qndo formar a primeira casquinha,
juro que não vou arranca-la.
Não quero mais me ver sangrar...
Seu amor me fez sangrar muito,
e talvez essa seja, a única forma de tirar
vc de dentro de mim.
Esse amor corre nas minhas veias.

  (Nanda Assis)

1 girassóis floreceram.:

Anônimo disse...

Não se machuque mais, deixe a ferida cicatrizar e esqueça que um dia esta ferida foi aberta, não ranque mesmo a primeira casquinha pois assim você não lembrará de momentos que aparentam ter sido tão ruins na sua vida, deixe que o tempo se encarregue de tudo...JULHO