quinta-feira, 10 de abril de 2014

Difícil



Eu entendo você,
não é fácil me amar,
ou conviver comigo.
Eu entendo vc...
Não é fácil amar quem ama a si mesmo primeiro.
E´mais fácil amar, os indecisos, assim seguirão nossas decisões.
É mais facil seguir com quem não sabe onde vai,
assim eles nos seguem.
É fácil jogar com quem não conhece as regras do jogo,
assim blefamos e eles acreditam.
Muito fácil amar quem não se ama,
pq moldamos o grau do amor próprio do outro,
para que ele sempre nos ame acima de tudo.
É mais fácil estar do lado de quem não tem opinião própria,
pois isso nos torna mais inteligentes, sábios.
Fácil dormir com quem não sonha alto,
assim não perturbam o nosso sono.
É muito mais fácil dominar os sem auto estima,
os desacreditados, os fracos de espírito.
Mais fácil conviver com quem não bate de frente,
não enfrenta, não luta e aceita tudo.
Simples amar quem pensa pouco,
seguidores de modinhas,
e preguiçosos.
Gente que não se esforça para ser diferente,
para mudar constantemente.
Fácil amar pessoas rotineiras,
que não nos dão trabalhos,
os simples e descomplicados,
os omissos, os calados, os sem voz!
Mais fácil amar os passivos.
Eu entendo você, o mundo já anda complicado demais,
pra que amar quem é mais complicado que o mundo?
Quem tem o seu mundo de pernas pro ar?
Eu não sou tão amável assim.
A minha rotina é um dia diferente do outro.
Eu entendo que seja mais fácil amar,
quem tem todos os dias iguais.
Vc nunca gostou de surpresas.

  (Nanda Assis)

3 comentários:

Rô... disse...

oi Nanda,

não sei se sou tão amável assim,
mas me gosto do jeitinho que eu sou...
adorei te ler...

beijinhos

brisonmattos disse...

Gostei e no entanto não fiquei...Porque você achou muito fácil achar que tinha nas mãos todas as regras do jogo. Blefou.

a dama disse...

rsrsrs

amei seus olhos, rsrs
bjos