BLOGGER TEMPLATES AND YouTube Layouts »

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

culpada



 Eu fico muito carente as vezes,
culpa sua que me acostumou mal.
Você diz que me ama, com a boca colada na minha,
e morde meu pescoço dizendo que é louco por mim.
E quando está cansado dos seus dias, e se afasta,
eu sinto um vazio imenso, parece que estou suspensa no ar.
Eu queria poder resolver todos os seus problemas,
e fazer você entender que é o melhor em tudo.
Queria dar o mundo a você, só pra te ver descansar.
Seu corpo é forte e carrega tanta coisa...
Eu queria poder carregar tudo para você.
Quando você me chama, e pede desculpas,
por não ter me dado atenção, e ter precisado ficar sozinho,
me dá um frio na barriga, e a certeza de que você não é o culpado.
Você faz tanto por mim,
e eu muitas vezes não digo nem obrigado.

(Nanda Assis)

1 girassóis floreceram.:

Antonio Batalha disse...

A Verdade Em Poesia, está a tentar visitar a todos os seus seguidores,
para deixar abraço amigo e agradecer por termos ficado juntos mais um ano,
desejar também que este ano lhe traga muitas alegrias, e grandes vitórias.
Atenciosamente. António.
PS. tive de seguir outra vez porque estava sem foto, ou sem endereço.