terça-feira, 20 de junho de 2017

Sou eu

Guarda-chuva margarida


A muito tempo você deixou de ser meu sol...
Não pense que sempre que falo de girassol
falo para voce ou com você.
Não foi você que me ensinou a gostar de flor.
Sempre foi minha paixão, desde criança.
Girassol sou eu!!
VocÊ foi por um tempo, apenas meu sol.
Assim como tive outros sois.
Mas girassol sou eu, sempre serei.
Você já não brilha mais na minha vida.
Nem sol, nem lua nem estrelas,
talvez quem sabe um planeta que saiu de órbita.
Minhas palavras não giram em torno de você.
As vezes a saudade me inspira,
noutros a melancolia,
e sempre o amor que sinto por escrever,
Girassol sou eu,
sem sol,
mas feliz!
assim como as estações, eu mudei...
Assim como as estações, você passou!
Flor também nasce no inverno.


(Nanda Assis)

Um comentário:

brisonmattos disse...

Pretensão...Nada a ver.