terça-feira, 21 de agosto de 2018

Chove




Olha lá fora como chove.
Imagina o frio que tenho sentido,
depois que voce se foi.

Imagina meus olhos como essas nuvens
e quantas lágrimas já derramei de saudade.

Olha a chuva, lembra de mim.

Te conheci em tempos assim.

Voce foi aquele raio que caiu bem na minha cabeça
me partiu ao meio
e nunca mais caiu no mesmo lugar.

Sem você, o tempo esta sempre fechado,

(Nanda Assis)

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Crazy



Já dancei essa música para você.
E tirei lentamente a roupa.
Cada peça que você segurava,
cheirava de olhos fechados.
Voce me puxou e não esperou o fim da música.

Gosto de Aerosmith.
Crazy

(Nanda Assis)

domingo, 19 de agosto de 2018

Poluição




Eu só quero o caos da cidade grande
com você bem no meio.
Eu te abraço forte e ao som de buzinas e sirenes
sussuro ao seu ouvido palavras de saudade e amor.

Eu quero te achar na confusão,
dentro de um onibus lotado
no boteco em frente a rodoviária
ou no shopping mais popular da cidade.

Voce combina com a poluição,
com a fumaça dos carros,
com a chuva e as enchentes,
com a sujeira e as pixações.

Você é uma metrópole e eu uma cidadezinha do interior
Voce é grande,
e esse amor é o caos.

Atravesso a rua e te amo do outro lado.
O sinal ainda não abriu.
E seu coração esta fechado!

(Nanda Assis)

sábado, 18 de agosto de 2018

Inédito




Seu silêncio é como uma bala no meio da minha cabeça!
Adormece meu corpo
me tira os sentidos
faz meu coração bater mais forte,
e ir reduzindo as batidas lentamente
eu perco os sentidos
eu caio no chão
eu morro rápido
sem chances de dizer adeus.

Seu silêncio me mata de uma vez
sem permitir que passe um filme na minha cabeça.

Nosso amor foi um filme que nunca foi lançado,
e eu nunca vou saber o final.

(Nanda Assis)


quinta-feira, 17 de maio de 2018

Livro




Eu escreveria um livro sobre você...
Contaria toda a nossa historia vivida na minha imaginação.
Usaria riqueza de detalhes jamais vividos
e te daria um nome lindo para que ninguém
soubesse quem você é.
Teriam momentos felizes e momentos quentes.
Um pouco de drama que combina comigo
e muita aventura pois combina com você.
Falaria das músicas, das noites, da lua e da estrela.
Teria um campo de girassóis e um céu iluminado.
Uma fogueira e um violão.
Eu escreveria um lindo contando tudo aquilo
que imaginei para nós!
Eu escreveria um livro chamado
amor platonico.

(Nanda Assis)

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Perdido



Eu aprendi a meditar...
Você ia amar saber disso!
Logo você tão zen.
Tenho esquecido de tudo,
minha memória está tão falha,
sofro por isso,
Alguém me disse que meditar
Traz de volta memórias apagadas.
Você ia amar meditar comigo.
Eu tenho tentado lembrar de tanta coisa,
tenho buscado você no meu subcociente.
Tenho buscado você na minha pele
na minha vida, no meu mundo.
Voce sumiu de tal forma
como se tivesse morrido.
Aquela sensação de que nunca mais irei te ver.
Mas não matei você em mim, vc q se matou!
Eu não choro mais a sua ausencia,
tenho esquecido de tudo!
Eu estou meditando,
Estou desenterrando voce,
pois sinto que ainda vive, em mim.
Eu não velei seu corpo,
nem joguei flores.
Também não disse o último adeus.
Você vive, e eu creio nisso!!
Estou meditando você!
Eu vou me lembrar de tudo,
vou me lembrar de onde te deixei pela ultima vez!

(Nanda Assis)

quinta-feira, 26 de abril de 2018

Solidão




Liberdade é escolher voar com os pés travados no chão.
É ter as portas abertas e escolher ficar.
Liberdade é saber voar, mas preferir os passos lentos.
É ter olhos cheios de lágrimas mas escolher sorrir
É ter saudade mas escolher não lembrar.

Liberdade, é ter chaves nos bolsos,
senhas anotadas em papeis
e não precisar usar nunca.

Liberdade é escolher permancer
sabendo que vc pode ir.

Ser livre é não ter pra onde ir.

Ser livre é ter pra onde ir, mas preferir
ficar onde está.

Ser livre é poder escolher o que fazer.

Ser livre é ter tudo e não ter escolhas.

Liberdade é uma contradição,
é confusão, é solidão!

A sua liberdade está na escolha que vc pode fazer mas não faz!

(Nanda Assis)

sábado, 14 de outubro de 2017

Lagrimas de um poeta

Las lágrimas de Freya (lágrimas de Freya) Gustav Klimt 1862-1918

O poeta chora pelas mãos,
suas palavras escritas, são suas lágrimas.
As vezes salgadas, outras doces,
mas sempre molhadas de saudades
e amores por alguém.
O poeta é um eternizador!
Eterniza pessoas, amores e lágrimas.
Os choros mais lindos,
e as lágrimas mais sentidas!

(Nanda Assis)

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Fácil?

Título: Naughty Angel Size: 8 "x 10" (outros tamanhos maiores disponíveis) Medium: Impressão giclée de belas artes em canvas envolvidas.  NOTA: A exibição de sala mostrada é de um dos tamanhos de lona maiores.  Fine Art Giclee

Nada é fácil.
Ter que esquecer,
ter que lembrar e reesquecer...
O tempo marcado no meu rosto,
nos meus cartões de memórias
guardados na ultima gaveta,
como se fossem as ultimas memorias que gostaria de lembrar,
e as primeiras que lembro todas as noites antes de dormir.
Não é fácil, mesmo depois de anos,
mesmo sabendo que nunca mais será alguma coisa
por menor que fosse não será nunca mais.
Não é facil lembrar de você dizendo que
o nosso amor está acima das coisas desse mundo,
e ter que esperar uma eternidade para quem sabe
em outro mundo, se existir, eu venha a sentir novamente
tudo que um dia me fez sentir... ainda sinto,
eu sinto muito.
A vida é feita de escolhas, e não dá p saber qual escolha é a melhor
mesmo com todas as evidencias.
Não é fácil ter que assumir um erro!
Ter que engolir o nosso erro, junto com todas
as palavras que nunca mais serão ouvidas,
mesmo sem nunca terem sido ditas.
Nunca serão.
Nada é fácil muito menos você!

(Nanda Assis)

domingo, 6 de agosto de 2017

Insistencia

Dança ... este é o meu primo brookie (eu amo você katybug!)


 Eu ainda estou aqui
escrevendo para olhos que não enxergam,
para ouvidos que não podem ouvir
para analfabetos que não sabem ler
e para corações incapazes de sentir.
Mas eu escrevo.
Por que isso adoça minha alma
me tira do poço fundo da solidão
me restaura o coração
e me aproxima de você
que mesmo não sabendo ler
nem ouvir, nem sentir,
ainda insiste em estar aqui!

(Nanda Assis)

sábado, 5 de agosto de 2017


Minha vida está desmoronando cada vez mais...Como eu queria voltar no tempo para poder sentir aquele sentimento de felicidade que nem lembro mais como é.


Onde eu posso te encontrar agora?
Em qual rua mora o seu coração?
Existe alguma esquina que eu possa dobrar
e dar de cara com seu amor?
Só sou eu e a minha solidão,
ninguém mais no mundo além de nós
Em busca de vc para nos salvar
do medo de nunca sentir o sabor de amar.

(Nanda Assis)

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Usa-me

Liệt diễm phần tinh Flame of Love


Por favor, seja meu sol
Aqueça-me nesses dias frios
Deixe-me viver por você,
Retira-me desse vazio
Em que me encontro sem te ver.
Por favor leva-me contigo
Aos lugares por onde tem ido
Usa-me de todas as formas
Leva-me contigo por favor.
Olhe em meus olhos e veja
Hoje es o que mais quero na vida
Entenda esse amor não é culpa minha
Não me deixe aqui sem você
Retira-me de mim mesma e
Inunde meu ser com seu amor
Quero ser sua agora
Usa-me, leve-me contigo
Enlouquecida já estou.

(Nanda Assis)

terça-feira, 25 de julho de 2017

Saber

Girasoles *@

Eu so queria acordar
e saber que vou te ver,
que vou olhar em seus olhos de novo!
Vou te enviar flores,
e um cartão em branco,
Pra vocÊ saber como me sinto por dentro agora.
Vou te enviar flores e chocolates
por que sei que vc ama.
Vou te enviar amor, sem você saber.
Você nunca vai saber o quanto é importante para mim.
Você nunca vai saber que todos os dias
alguém ao acordar tem você como primeiro pensamento do dia,
e o último antes de dormir.
Eu não sei mais de você, desde a despedida.
Você falou em 3 anos, mas o que são tres anos
perto da vida toda sem saber como é seu cheiro?
Seu toque? Seu beijo...
Sua boca me chama em silencio.
Eu posso ouvir com meus olhos.
Sua mão é forte, é grande, e eu nunca saberei
a textura dela na minha pele.
Eu vivo enganando a mim mesma,
com sonhos que nunca irão realizar,
eu vivo iludida com o que possa acontecer
em um futuro que não existirá
simplesmente pq você nem sabe que eu existo,
e se sabe, não quer saber.
Eu hoje vou te enviar flores
por que eu me importo!
Por que é seu dia,
por que eu qro imaginar seu sorriso timido,
e quero que pense em mim,
mesmo qndo abrir o bilhete em branco,
mesmo sabendo que nunca sabera quem sou,
mas quero que pense em mim,
sem saber que sou eu.
Qro pensar em voce pensando em mim.
Você não sabe nada, e eu só sei que é amor!

(Nanda Assis)

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Em transe.

Estou obcecada por pandinhas


Você fica bem de vermelho,
combina com sua timidez,
com seu caminhar de cabeça baixa,
com a sua mão apoiando seu queixo
ao observar-me.
Você fica lindo de branco,
combina com a sua aurea dourada
que é tão forte que me hipnotisa.
Já entrei em transe várias vezes ao te olhar demais.
Você tem uma forma única de me levar
ao céu sem me tocar.
Você me toca com suas palavras.
Sua voz é engraçada, nem grossa nem fina,
eu imagino ela em forma de sussurro.
Você fica bem de verde,
combina com seus olhos castanhos
sua pele morena, seu cabelo raspadinho.
Tudo fica bem em você.
Eu fico mal longe de você!

(Nanda Assis)

terça-feira, 4 de julho de 2017

Ilusão e liberdade

anmazine: http://www.tuinieren.nl/a/kalender/winterklaar-maken❤️


Você me deixou doente,
sem dormir e sem fome.
Ninguém nunca me deixou sem fome!
Ninguém nunca me surpreendeu como você!
Ninguém nunca me ofereceu uma prova de amor tão grande!
Se for tudo ilusão, que dure para sempre!

(Nanda Assis)

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Louco




Você é louco!
Você deu o primeiro passo.
Eu quero caminhar com você.
Eu também sou louca,
largo tudo se mandar!
Quero viver isso!
Desde a primeira vez que te vi.
Está tudo errado.
Mas é por amor, e amor convence!
Amor salva!
Eu não estou brincando!
Espero o tempo que for.
Eu estou esperando já.
A pressa é só pelo seu cheiro.

(Nanda Assis)

domingo, 2 de julho de 2017

Meu leão.


Embedded image

Eu tenho um rio de palavras
desaguando no mar de sentimentos
que carrego em mim.
Eu olhei bem no fundo dos seus olhos hoje,
e você correspondeu.
Eu sinto o quanto você sente,
mas ninguém diz nada.
Eu qria tocar na sua pele no final,
mas não tive coragem.
Todos estavam lá te desejando coisas boas,
é a sua nova etapa.
Eu não tive coragem de ir até lá.
Eu sei que vc esperou por isso.
Mas eu não conseguiria te desejar nada
mais do que eu te desejo.
Eu não conseguiria te abraçar
sem arranhar as suas costas,
sem encostar bem pertinho pra senti-lo inteiro.
eu suei frio o tempo todo,
eu quis ir e não fui.
Eu fiquei te olhando até meu carro sumir de vista.
Eu não consigo dormir nem te esquecer.
Eu qria voltar a umas horas atras
mas eu estragaria tudo!
Como vai ser agora?
Como vou suportar a sua nova vida??
Me falta coragem, voz e tempo.
Como vou viver essa vida sem saber o sabor da sua boca?
Você me olha e molha os lábios com a lingua.
Você fica nervoso, gagueja e erra as palavras,
você coloca as mãos no bolso, coça a cabeça.
eu te descontrolo so em te olhar.
Você me escolheu.
E eu quero fazer parte disso.
Eu não posso pecar.

(Nanda Assis)

terça-feira, 20 de junho de 2017

Sou eu

Guarda-chuva margarida


A muito tempo você deixou de ser meu sol...
Não pense que sempre que falo de girassol
falo para voce ou com você.
Não foi você que me ensinou a gostar de flor.
Sempre foi minha paixão, desde criança.
Girassol sou eu!!
VocÊ foi por um tempo, apenas meu sol.
Assim como tive outros sois.
Mas girassol sou eu, sempre serei.
Você já não brilha mais na minha vida.
Nem sol, nem lua nem estrelas,
talvez quem sabe um planeta que saiu de órbita.
Minhas palavras não giram em torno de você.
As vezes a saudade me inspira,
noutros a melancolia,
e sempre o amor que sinto por escrever,
Girassol sou eu,
sem sol,
mas feliz!
assim como as estações, eu mudei...
Assim como as estações, você passou!
Flor também nasce no inverno.


(Nanda Assis)

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Flores-ser

Girassol Bonito romantischcadeau.nl

Já que você está aí plantado,
então floresça.
Saiba aproveitar todos os seus momentos.
Saiba regar-se a si mesmo,
e dar frutos
seja qual for o solo em que esteja.
Nada é por acaso.
Não seja só mais um galho seco
no chão rachado do sertão.
Você não está morto!
Ainda que não posso ir muito longe
faça grandes coisas parado no mesmo lugar.
É possível!
Acredite no seu poder de transformação.
Floresça, mesmo que a primavera ainda esteja longe.
Mesmo que o solo seja infértil.
Mesmo que aja pedras ao seu redor.
Não fique aí plantado sem fazer nada,
Primavere-se

(Nanda Assis)


quinta-feira, 15 de junho de 2017

Estrada.

Airbus A320

para aviões não existem estradas.
Quando eu era menina, eu sempre corria
quando ouvia o barulho do avião,
queria ve-lo passar.
Eu costumava acenar para ele e gritar como se pudessem me ouvir.
Até o dia em que meu pai me levou ao aeroporto,
e pude ver de perto o quanto era imenso e poderoso.
Fiquei maravilhada,
De repente o avião começou a funcionar
um barulho estridente,
seguiu a estrada de esfalto até decolar
subiu até ficar bem pequeno e sumiu de vista.
Assim é o que senti por você um dia.
Você é avião
e eu sou estrada de asfalto.
Pousa.


(Nanda Assis)


quinta-feira, 8 de junho de 2017

Bêbada

1000 desenhos: foto

Ontem falei de você
do quanto você era parceiro
pau pra toda obra, comparça mesmo.
Voce chegava cedo em casa, trazendo
SACOLAS DE COMPRAS!
Que tipo de cara faz isso?
Voce colocava as sacolas sobre a mesa
e cozinhava o jantar para mim.
Depois de pronto servia meu prato
e levava até onde eu estivesse.
Não, você não era um tipo de cara,
você era "o cara"!
E eu pisei na bola...
E eu te fiz sofrer.
E eu me neguei de fazer seu prato preferido.
Você aceitava algumas coisas
e outras se vingava calado.
Eu lembro da textura dos seus cabelos,
o topete, e as 9 cores diferentes que ele tem,
Ontem falei de você para todo mundo!
As pessoas mereciam saber que você já existiu.
Você arrumava a cama pra eu dormir
mesmo quando estávamos de mal.
Você arrumava a cama e ia dormir no sofá.
Você saia cedo para o trabalho, mas antes
tomava seu banho e fazia o meu café.
As vezes trazia flores do caminho da padaria para a casa,
Eu tomava café com pão e flores,
Você tinha paciencia com tudo!
As vezes explodia, as vezes tomava um porre pra esquecer.
Hoje eu tomei um porre, mas me lembro de tudo.
De tudo que você foi.
Não, não pense que só falo de você quando estou bebada.
Na verdade sempre que falo de você acabo bebendo...
Para esquecer, mas acabo lembrando...
Você sempre trazia cerveja, antes do jantar,
Dizia que era pra abrir o apetite,
mas era só pra relaxar mesmo,
Servia meu copo e levava pra mim onde eu estivesse.
Sorrindo sempre, claro.
E fazia massagem em meus ombros.
Ontem falei de você
e da sua valiosidade!
Sim, você era muito valioso para mim.
Valia mais que diamante como dizia nossa musica.
Uma delas, pois tinhamos um cd todo, só nosso,
Imunidade musical.
Que nunca me deixou imune a nada.
Qria ser imune a saudade,
a dor e a lembranças.
Se eu fizesse hoje um cd,
se chamaria, imunidade racional.
Meu valioso diamante...
Você era um cara do tipo raro.
Sim, sim sim!!
Pois o que dá valor as coisas
é a sua raridade!!

(Nanda Assis)

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Estrela Carente


Espaço dos desenhos animados fundo transparente com estrelas coloridas céu estrelado vetor Noite:



Quantas estrelas tem no céu?

Quão infinito é seu olhar ao me ver,

brilha feito estrela.

Esse nosso amor, proibido,

descarado, contido, é feito estrela cadente.

Pra ver precisa ficar horas olhando pro céu.

Eu qro te ver agora,

mas as portas estão fechadas,

e as chaves foram esquecidas enferrujadas,

Você me observa pela fechadura,

Vê partes do que eu vivo, do que eu faço,

não entende quase nada, mas observa.

Seu amor por mim é feito estrela no céu,

tão longe tão distante, mas clareia minha vida,

as noites escuras da minha vida.

Eu qro saber quantas estrelas tem no céu,

pois é mais ou menos o tanto de vezes que

penso em você,

é mais ou menos a quantidade de amor

que trago em mim.

Eu sou aquela estrela que caiu e apagou,

uma estrela cadente,

carente de você!




(Nanda Assis)

sábado, 1 de abril de 2017

Jogo Sujo

Harumi Hironaka:

Não tenho pena de voce...
Gosto de ver seu sofrimento,
sua dor,
sua súplica!
gosto de ver você sofrendo,
só assim te reconheço humano.
Sou fria e louca por você!
Você fica mais bonito quando chora,
quando acorda,
quando apela.
Você é apelativo quando quer atenção.
Rasteja, me segue, minha sombra.
Você me vigia, me persegue, me telefona sem parar.
Tem medo de perder, medo de sofrer,
você já sofre sem saber.
Gosto de pisar em seu coração,
machucar, fazer sangrar,
pra depois lamber com carinho suas feridas.
Você gosta tanto de ser lambido,
que posso morder quanto quiser,
que você nunca irá embora,
Seu prazer é aguardar a recompensa.
E o meu é fazer com que você faça por merece-la.

(Nanda Assis)

quinta-feira, 30 de março de 2017

Misteriosa


 :

Eu sou o que tenho por dentro.
Não sou visível a olho nu,
Não pode tocar no meu eu.
Não tenho nada do que sou aqui de fora.
Você não pode me conhecer apenas me olhando.
Não conseguirá me decifrar simplesmente.
Eu sou tão simples por fora
O que sou está por dentro,
protegido por uma barreira chamada corpo,
blindada e bem guardada.
Eu não sou tão fácil assim,
Não gosto de falar de mim,
o misterio é meu amigo,
faço dele meu perigo,
me guardo me protejo de você.
Sou dona das minhas vontades,
mas não do meu coração.
Meu corpo é uma gaiola aberta
quem eu sou é um pássaro
que não quer voar.

(Nanda Assis)


quarta-feira, 29 de março de 2017

Outono

Phazed |  Cor & iluminação:


Enfim outono!!
O mes de viajar sem sair do lugar,
entrar em contato com o seu eu interior,
sentir o poder da natureza,
trocar suas folhas,
se renovar,
se preparar para o inverno.
Não é ficar fria, e sim se aquecer.
Não é perder as cores, mas se preservar.
Não é estar nostálgica, mas sim relembrar,
Lembro de você no outono,
o vento batia em meus cabelos,
e vc tentava colocar eles atras das
minhas orelhas.
Uma mexa colava em meu batom,
e vc tirava com o dedo delicadamente.
Era um convite ao beijo.
O vento levava embora seu chapéu,
e vc sorria timido por estar com os cabelos amassados.
Sua pele ficava vermelha,
a ponta do nariz gelado,
se aquecia em meu pescoço.
Havia sol e fazia frio.
Culpa dos ventos,
Amar é como o outono,
pode fazer frio, mas ainda existe o sol.
Amar é se aquecer dentro de uma tempestade de vento,

(Nanda Assis)