terça-feira, 2 de dezembro de 2008

palavras...










Depois que se diz tudo
muito mais que se poderia dizer
além até mesmo, do entendimento racional...
Nada muda!
Ele escutou, sem coração, sem razão.
Quis mais que eu,
falou pouco, agiu.
falou, pouco agiu.
E as palavras?
nelas havia mais que atitudes,
mais que promessas,
havia uma lei, uma ordem a ser cumprida.
e nada. 
nada.
calou-se.
E então o vento seguiu mais
forte, mais ativo,
brincando nos quatro cantos,
pq ele sim ouviu as palavras,
que nele foram jogadas
e as carregou consigo,
levando seu efeito.
E vc...
me deixou com frio.

(Nanda Assis)
_______________

18 comentários:

Avid disse...

Palavras...sentimentos escritos no sentir.
Bjs meus

Cadinho RoCo disse...

Muita calma nesta hora.
Cadinho RoCo

O Profeta disse...

Este Mar que beija a Ilha
Traz de longe sonhos perdidos
Adormece na areia e deixa
Na espuma mil e um segredos

Meus sonhos são estrelas que semeio no espaço
São corpo nu que vagueia pela saudade
Brotam e correm para o Mar
Enfrentam a dor a tempestade


Boa semana


Mágico beijo

Lucí disse...

Como dizem por ai, as palavras tem poder e depois de ditas muitas vezes não tem retorno, fácil é falar, dificil é esquecer o que ouvimos..

Realmente..o vento, o melhor ouvinte..ele traz e leva.. leva e traz..

Bjosss..

*Ah..tem um desafio no meu blog "Desafio Musical* lembrei de ti, pq aqui sempre é cheio de musica.. até mesmo um girassol sem sol..sinta-se a vontade se não quiser fazer*..

Outro beijo. =*

o que me vier à real gana disse...

Olá!
Palavras... bem casadas!

bjs

Anja Rakas disse...

Eu tenho um agasalho aqui para você...
Chama-se abraço africano.

Beijo

Lilith disse...

Não sei pq isso me lembrou os momentos Sr. e Sra Smith aqui em casa...

Bj imenso

xistosa - (josé torres) disse...

Será que não fazem falta as palavras?
Ditas pelo ou para o coração.
Um monólogo pode ser eloquente, mas duas vozes são mais difíceis de calar e prolongam-se, prolongando o momento.
Isso é cumplicidade.

Não tenho aparecido.
O mundo abateu-se sobre mim e estou a tentar recompor os escombros que quase me sufocavam.
Já respiro.
Vou tentar voltar ao normal.
Sei que conseguirei.
A vida necessita de mim ... não é egoísmo, nem (i)modéstia.
Eu sei que é verdade.
Um bom resto de semana.

meus instantes e momentos disse...

Muito bom .Para ler, reler e pensar.
Tenha uma bela noite (e que passe o frio).
Maurizio

João da Silva disse...

Nandinha, você não anda pensando demais, não?
Está filosofando, menina, e com pensamentos maduros, profundos...
Eu, que sou mais velho que você, venho aqui e fico abobado, lendo estas coisas.
Bom, linda, esta é você, e este aqui, babão, seu fã, sou eu, o João.
Beijinhos com aroma de flores!

Pelos caminhos da vida. disse...

Palavras qdo ditas,o vento leva,fica no universo,uma hora ou outra concretiza.

Otima quinta-feira Nanda.

bjs.

janelasdavida disse...

Disse o filósofo heráclito: "Tudo muda. Ninguém se banha duas vezes no mesmo rio, porque nunca o rio será o mesmo, e nem a pessoa será a mesma." O bom é quando o nosso amor muda no mesmo rítmo que nós...

To sentindo tua falta, sumiste...
Um bjo

David disse...

Que vc encontre essa manta que te aqueça. Beijoo

paula barros disse...

Palavras...constroem ou destroem...fazem pensar, refletir, chorar ou sorri...palavras...


gostei muito.

abraços

caurosa disse...

Olá Nanda Assis, e o vento levou... Tantas palavras, linda palavras, maravilhosas palavras, inebriantes palavras. Todas brindando o amor...
Muita paz, harmonia e inspiração em sua vida.

Forte abraço

caurosa.wordpress.com

Dando a Bunda pra Bater disse...

Lindas. Lindas palavras.

Queria te fazer um pedido: pede pro teu time empatar com o Grêmio no domingo, tá?

Beijos,

Enfil

HSLO disse...

Nossa...amei os sapatos...e a palavras....viu.


Abraços

Xana disse...

Muito lindo mesmo!!
bju!!