BLOGGER TEMPLATES AND YouTube Layouts »

quinta-feira, 1 de março de 2012

Guardanapos.

 
  Abriu um barzinho novo aqui perto.
Tem uma música boa, ao vivo,
e boa comida tbm.
Tem pessoas bonitas, decoração moderna,
tem luar e tem guardanapos.
  Estive lá outro dia, e só não foi uma noite perfeita
pq realmente vc fez falta.
 Fez falta na  hora de estourar a bolha que dá no
bico da garrafa de cerveja qndo abre, na hora de
colocar os palitos no tira  gosto, na hora
de contar aqueles casos intermináveis e repetidos,
que me faziam rir como se fosse a primeira vez que eu ouvia.
  Senti vontade de conversar  com vc, logo depois do terceiro copo,
que era exatamente nesse momento em que o alcool começa
a fazer  efeito e eu não consigo mais parar de falar.
A  sua paciencia em me ouvir é preciosa, pq eu precisava
mesmo dos seus olhos inquieto, e a forma
como vc esfrega a ponta da orelha direita enquanto escuta.
 Eu tenho saudade da sua presença, do jeito tímido de
caminhar olhando pro chão qndo precisa ir ao banheiro
e passar por todas mesas  no caminho.
 Muito dificil foi qndo tocou aquela música que dizia:
"A minha honey baby,baby..." seria dificil pra vc tbm.
Mas era eu quem estava ali...E ainda bem
que tinha guardanapos, pq foram eles  que
esconderam as lágrimas que eram suas, mas sairam de mim.

(Nanda Assis)

6 girassóis floreceram.:

Bruna Regiina disse...

Amoor me seguii ! Ja colei teu selo no meu blog !
http://diitudobr.blogspot.com/

Sandra disse...

BOM FINAL DE SEMANA.
COMO VOCÊ ESTÁ??
PASSEI PARA DEIXAR MEU CARINHO.

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram,
mas na intensidade com que acontecem.
Por isso existem momentos inesquecíveis,
coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis".
(Fernando Pessoa)

CARINHOSAMENTE,
SANDRA

Mauricio de oliveira disse...

caramba ,como vc e boa com as palavras ,podia ser desse jeito na pratica,eu estaria grudadinho em vc pra sempre...

João Esteves disse...

Pela Luz dos olhos teu blog faz tempo que não passo, e nesse post tenho um prazer de leitor explicado pelo bom texto, que se for autobiogáfico tem impacto e substância humana, sofrimento, saudade e uma pitada de poesia em guardanapos.

João Esteves disse...

Pela Luz dos olhos teu blog faz tempo que não passo, e nesse post tenho um prazer de leitor explicado pelo bom texto, que se for autobiogáfico tem impacto e substância humana, sofrimento, saudade e uma pitada de poesia em guardanapos.

Dois Rios disse...

Pois é, Nanda! São nas coisas simples que o vazio se anuncia.
Beijo,
Inês